PG tiger

ZF-Superbanner-01.08 a 02.11.23

Caoa Chery Arrizo 6 Pro 2022

Sem tirar o modelo atual de linha, nova versão do sedã estreia com visual renovado e mais equipamentos de série

 

É incontestável que a ampliação na quantidade de produtos foi essencial para o crescimento da Caoa Chery, que viu sua participação de mercado entre os automóveis saltar de singelos 0,20% para 2,27% em quatro anos. Com 8 modelos em linha, a marca apresenta atualiza a gama de sedãs, com o lançamento do Arrizo 6 Pro, que estreia por R$ 139.990 – os primeiros compradores terão bônus de R$ 5 mil (preço final de R$ 134.990).

Apesar de ser tratado como um modelo inédito pela Caoa Chery, o Arrizo 6 Pro nada mais é do que uma versão reestilizada do modelo lançado em 2020 – que segue em linha na versão GSX 2022, por R$ 121.990. Em relação ao irmão, o Pro recebe novo para-choque dianteiro e grade frontal ampliada, com múltiplos frisos horizontais. Os faróis mantêm o formato e o bloco elíptico para o facho principal, mas passam a ter iluminação em LED.

Na lateral, a única mudança é o desenho das rodas de 17 polegadas, com pintura parcial na cor preta e acabamento diamantado. Região usualmente pouco alterada em reestilizações, a traseira do Arrizo 6 Pro é o ponto de menor semelhança com o anterior, graças à nova estamparia da tampa traseira (que agora aloja a placa de identificação), às lanternas fumê unidas por uma barra escurecida e ao novo para-choque com maiores aberturas que simulam saídas de escapamento.

Outro indicativo de que o Arrizo 6 Pro trata-se apenas de uma nova versão é que o sedã mantém as mesmíssimas medidas externas do acabamento GSX, com 4.675 mm de comprimento, 1.814 mm de largura, 1.493 mm de altura e 2.650 mm de distância entre eixos – ambos são construídos na plataforma M1X. O porta-malas continua com 570 litros de capacidade.

Do lado de dentro, o novo Arrizo 6 Pro também aposta em soluções exclusivas em relação ao irmão, com inédito quadro de instrumentos totalmente digital, console central e comandos do ar-condicionado redesenhados, nova central multimídia com tela de 10 polegadas e bancos dianteiros e traseiros com desenho exclusivo. 

Além dos itens já citados, como faróis em LED e central multimídia com tela ampliada, o Arrizo 6 Pro diferencia-se apenas pela adição de monitor de pontos cegos e ajustes elétricos para o banco do motorista. A lista traz ainda os equipamentos herdados do GSX, como seis airbags, controles de estabilidade e tração, chave presencial, teto solar elétrico, sistema de câmeras 360°, acendimento automático dos faróis, assistente de saída em rampas, freio de estacionamento com acionamento eletromecânico e retenção automática e sensores de temperatura e pressão dos pneus.

Mecânica inalterada

Se o visual externo e da cabine foram alterados, o mesmo não pode ser dito da mecânica. O Arrizo 6 Pro segue com o conjunto do GSX, com motor 1.5 flex de 150/147 cv (E/G) a 5.500 rpm e 21,4 kgfm de torque entre 1.750 e 4.000 rpm acoplado ao câmbio automático do tipo CVT com simulação de 9 marchas. 

Ao volante, o Arrizo 6 Pro possui comportamento voltado ao conforto, aspecto valorizado pelos compradores de sedãs médios. A suspensão, do tipo McPherson na dianteira e por eixo de torção, na traseira, apresenta evolução na calibração em relação aos primeiros modelos da marca. Já a direção mostra espaço pra melhoria, uma vez que seria desejável um pouco menos de assistência elétrica em rodovia.

O motor 1.5 turbo dá conta do recado, embora só “acorde” quando o acelerador é pressionado em mais de dois terços do curso. Segundo dados de fábrica, a aceleração de 0 a 100 km/h (com etanol) é feita em 9s1 – uma redução de 0,8 segundo na comparação com o irmão, justificada pela marca pela nova calibração de motor e câmbio. Como na versão GSX, a Pro mantém apenas dois modos de condução (Eco ou Sport), sem um meio termo (normal ou drive) selecionável. O consumo com gasolina no padrão do Inmetro é de 11 km/l na cidade e 13,3 km/l, na estrada. Com etanol, na ordem, são 7,6 km/l e 9,4 km/l.

Ponto positivo é o isolamento acústico do modelo, com baixa intrusão de ruídos do motor e da rolagem dos pneus quando em velocidade de cruzeiro. Já a falta de ajuste de distância para o volante é um ponto negativo, especialmente para os motoristas de menor estatura, devido à posição do volante bastante avançada. A central multimídia, embora seja compatível com Android Auto e Apple CarPlay via cabo, continua lenta no uso e com visual defasado dos menus. 

A Caoa Chery espera que a versão Pro corresponda por 200 das 500 unidades mensais do Arrizo 6 e elenca como principais rivais o trio de sedãs médios com a letra C: Corolla, Civic e Cruze, que formam o pódio de vendas no segmento. A versão GSX ocupa a quarta colocação em 2021, com 2.148 unidades emplacadas no acumulado até agosto. 

Com poucas novidades, a versão Pro do Arrizo 6 reafirma a agilidade um tanto exagerada de mudanças dos modelos da Caoa Chery – algo que já havia acontecido com a reestilização prematura do Tiggo 5X. O novo visual do sedã poderia facilmente estrear daqui a dois anos para substituir o modelo anterior de forma definitiva já que, com poucos equipamentos a mais e diferença de R$ 18 mil no preço, o novato pode acabar ofuscado pelo irmão mais velho na preferência dos consumidores. Além do Tiggo 3X e Arrizo 6, a linha Pro deverá ser estendida em breve a outros modelos, como Tiggo 5X Pro e Tiggo 8 Pro.

Ficha técnica – Caoa Chery Arrizo 6 Pro

• DADOS DE FÁBRICA
Caoa Chery Arrizo 6 Pro 2022
MotorDianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, turbo
Cilindrada1.498 cm³
Potência150/147 cv (E/G) a 5.500 rpm
Torque21,4 kgfm (E/G) de 1.750 a 4.000 rpm
CâmbioAutomático do tipo CVT, simulação de 9 marchas, tração dianteira
Suspensão (dianteira / traseira)Indep. McPherson/Eixo de torção
Pneus e rodas205/50R17
Freios (dianteira / traseira)Disco ventilado/Disco
Peso (kg)1.364
Comprimento (mm)4.675
Largura (mm)1.814
Altura (mm)1.493
Entre-eixos (mm)2.650
Volume do porta-malas (litros)570
Tanque de combustível (litros)48
Preço básicoR$ 139.990

 

• CONSUMO
Caoa Chery Arrizo 6 Pro 2022
Consumo Inmetro
Cidade (E/G)7,6 / 11 km/l
Rodovia (E/G)9,4 / 13,3 km/l
Média PECO (etanol)

(55% cidade/45% rodovia)

 8,4 km/l
Autonomia (etanol) 403 km

 

Fotos: Divulgação/Caoa Chery

Share This
PG tiger Mapa do site