entainpartners

ZF-Superbanner-01.08 a 02.11.23

Texto e fotos
Gustavo de Sá, de Jacareí (SP)

A Caoa Chery realizou nesta segunda-feira (22) a primeira apresentação oficial do Arrizo 5, novo modelo da marca para disputar o segmento intermediário entre os sedãs compactos e médios. O três-volumes chega às concessionária logo após o Salão do Automóvel, em novembro, em duas versões, sempre com motor turbo e preços estimados pela marca entre R$ 69 mil e R$ 79 mil.

Fabricado em Jacareí (SP), o Arrizo 5 recebeu mudanças no visual em relação ao carro apresentado pela Chery (antes da parceria com a Caoa) no Salão do Automóvel de 2016.

Os para-choques dianteiro e traseiro são novos, assim como as lanternas. De acordo com o CEO da Caoa Chery, Marcio Alfonso, as mudanças serão aplicadas simultaneamente nos carros feitos no Brasil e na China.

Turbo e flex 

O Arrizo 5 nacional traz motor 1.5 turbo flex, que produz 150 cv(E)/147 cv(G) e 19,4 kgfm a 1.500 rpm com ambos os combustíveis. O câmbio é automático do tipo CVT com simulação de sete marchas.

O sedã tem 4.572 mm de comprimento, 1.825 mm de largura e 1.482 mm de altura. Para efeito de comparação, ele é 90 mm mais comprido, 74 mm mais largo e 10 mm mais alto que um Volkswagen Virtus.

A distância entre eixos, por sua vez, é de 2.670 mm, 19 mm maior que o rival da VW. Ao vivo, o modelo impressiona pelo porte e proporção entre os volumes dianteiro e traseiro. O porta-malas do Caoa Chery tem 430 litros de capacidade. Pequenos e regulares, os vãos entre portas e as chapas da carroceria são elogiáveis.

A cabine traz materiais simples, mas com bons encaixes. O banco do motorista tem bom apoio lateral para o tronco. Porém, não há regulagem de distância do volante e nem mesmo espelho no para-sol do motorista. A apresentação desta segunda-feira foi somente uma prévia estática, sem possibilidade de dirigir o Arrizo 5.

O modelo tem porte de Toyota Corolla, mas irá brigar com Volkswagen Virtus, Honda City e Toyota Yaris, todos na faixa entre R$ 65 mil e R$ 85 mil.

Bom recheio de série

Serão duas versões, RX e RXT. Desde a básica, há bom recheio de série, com controles de estabilidade e tração, volante multifuncional em couro, central multimídia com tela de 7 polegadas, câmera de ré, sensores de estacionamento na traseira, rodas de 16 polegadas, controle de cruzeiro, chave presencial e botão de partida. A configuração de topo acrescenta rodas de 17 polegadas, airbags laterais de tórax e de cortina (6 ao todo), teto solar e bancos em couro.

Além do Arrizo 5, a marca irá apresentar mais dois modelos nacionais no Salão de São Paulo: Tiggo 4 e Tiggo 7. Ambos terão o motor 1.5 turbo flex do Arrizo, mas com ajustes para maior potência e torque. Além disso, os SUVs trarão caixa de dupla embreagem e seis marchas. A fabricação dos novos utilitários esportivos será em Anápolis (GO).

A expectativa inicial da Caoa Chery é comercializar 500 unidades/mês do Arrizo 5. Para este ano, a marca espera fechar o ano com 10 mil automóveis comercializados (na soma de QQ, Tiggo 2 e Arrizo). Para 2019, com a estreia do Tiggo 4 e Tiggo 7, a previsão é de crescimento para 34 mil unidades comercializadas.

 

Share This
entainpartners Mapa do site