Mega roleta

ZF-Superbanner-01.08 a 02.11.23

Modelo conta com motorização 3.0 V6 turbodiesel, sendo uma excelente opção para quem busca conforto, espaço, capacidade fora de estrada e ótimo desempenho proporcionado pelo generoso torque de 56 kgfm

 

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Embora o recente anúncio do Jeep Grand Cherokee 4xe demonstre a tendência de mercado para novos modelos com algum nível de eletrificação, o motor 3.0 V6 à diesel disponibilizado entre os anos de 2020 e 2021 para o modelo da Jeep apresenta um ótimo rendimento, combinando as vantagens do óleo derivado do petróleo como elevado torque e menor consumo, além da alta durabilidade, o que torna o Grand Cherokee uma ótima opção no mercado de usados.

Disponibilizado nas versões Limited e 80 anos, o modelo conta com uma ampla gama de equipamentos de série, como ar-condicionado automático de dupla zona, controle de cruzeiro adaptativo, teto panorâmico, cancelamento eletrônico de ruídos, entre outros. Com suspensões independentes na dianteira e traseira, além da tração integral permanente em conjunto com câmbio automático ZF 8HP de oito velocidades, o crossover tem comportamento dinâmico na estrada e fora dela é muito competente.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Com proposta única na categoria, a de conciliar a capacidade do fora de estrada com a usabilidade nas cidades e rodovias e, também, por ter um excelente nível de equipamentos com um ótimo acabamento, o Grand Cherokee é uma excelente escolha para quem irá rodar em estradas de terra e fazer grandes viagens.

Motor
O motor que equipa o modelo da Jeep é o 3.0 V6 da família Ecodiesel, que foi criado pela VM Motori (subsidiária da Fiat). Lançado em 2011, o propulsor conta com bloco de ferro fundido vermicular, cabeçotes de alumínio com duplo comando de válvulas variáveis na admissão e exaustão, 24 válvulas, injeção common rail, turbo de geometria variável, entre outras tecnologias.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Com projeto bastante moderno e sem problemas crônicos em uso normal, esse propulsor apresenta 241 cv e 56 kgfm entre 1800 e 4000 rpm, respectivamente. O consumo na cidade é de 9,6 km/l e na estrada é de 12 km/l, números compatíveis com o porte do veículo, que pesa 2.393 kg.

Auxiliado pelo bom escalonamento do câmbio automático de oito marchas da ZF, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 8,2 s com velocidade máxima limitada eletronicamente em 202 km/h, números interessantes dado o porte e versatilidade do modelo.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Recalls

Em relação aos recalls, os modelos fabricados entre 2020 e 2021 estiveram na campanha para troca de bomba de combustível, que apresentava falha. Segundo a montadora, existe a possibilidade de o componente não funcionar corretamente e interromper o envio de combustível para o motor, o que pode ocasionar o desligamento repentino do propulsor, aumentando a chance de danos materiais e/ou físicos. Ano-modelo afetados: 2013, 2014, 2015, 2018, 2020 e 2021.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Problemas recorrentes
O Jeep Grand Cherokee ainda não tem relatos de problemas recorrentes nos modelos citados nesse guia de compra, porém há alguns relatos envolvendo a quarta geração do veículo, no mercado entre 2011 e 2021, dos quais:

Problemas elétricos esporádicos: pode haver problemas elétricos no módulo TIMP (Totally Integrated Power Module), regulador de voltagem e interruptor de ignição. A maioria dos defeitos já foi sanada com componentes em nova especificação.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Defeito no resfriador do óleo do motor: para veículos utilizados em condições muito severas, como em situação de reboque por longos períodos, pode haver um sobreaquecimento do óleo do motor que é resfriado pelo líquido de arrefecimento através de um trocador de calor. A temperatura excessiva pode danificar a válvula de retenção do óleo do componente e, com isso, é possível que haja a mistura do lubrificante com o fluido de arrefecimento, que irá gerar um prejuízo, além da necessidade de limpeza dos sistemas de lubrificação e arrefecimento. O preço para a peça original e de aproximadamente R$ 3.500, fora mão de obra.

Guia de compra: Jeep Grand Cherokee 3.0 V6 2020-2021

Foto: Jeep/Divulgação

Pontos positivos e negativos
Para quem busca um Jeep Grand Cherokee na versão turbodiesel, os principais atrativos do modelo são seu ótimo nível de equipamentos, motor com um bom desempenho e consumo comedido, tração integral, conforto e amplo espaço para os passageiros são os pontos fortes desse SUV.

Porém, o custo de manutenção mais elevado em relação a modelos movidos a gasolina/flex exige atenção. Desta forma, de acordo com dados da Fenabrave, o modelo teve números comedidos nas vendas, uma vez que teve 121 unidades emplacadas em 2020 e apenas 15 unidades negociadas em 2021, o que aumenta a desvalorização do modelo.

Jeep Grand Cherokee será vendido no Brasil em versão híbrida plug-in; veja o que sabemos

Foto: Jeep/Divulgação

Com concorrentes de peso no segmento como BMW X5, Mercedes GLE 350 e Volvo XC90, o Grand Cherokee acaba passando despercebido por muitos compradores. Entretanto, ele é uma excelente opção de veículo usado, visto o que entrega em relação ao seu preço, para aquele comprador que deseja um produto com DNA da escola estadunidense, combinando design, conforto e desempenho agradável.

Novo Grand Cherokee 4xe

Recentemente, a Jeep confirmou que lançará no Brasil o Grand Cherokee, mas apenas em versão híbrida plug-in 4xe. A novidade tem grandes faróis dianteiros, que até se parecem com o Commander, a grade frontal segue a tradição das sete barras e a traseira tem lanternas afiladas na horizontal.

Jeep Grand Cherokee será vendido no Brasil em versão híbrida plug-in; veja o que sabemos

Foto: Jeep/Divulgação

O crossover mede 4,91 metros de comprimento, 2,96 metros de entre-eixos e pode levar entre cinco e sete passageiros. As rodas são de 20 polegadas com acabamento esportivo. Por dentro, o Jeep Grand Cherokee tem volante do mesmo padrão do Compass,RenegadeeCommander, bem como terá uma ampla central multimídia e um painel de instrumentos digital.

Jeep Grand Cherokee será vendido no Brasil em versão híbrida plug-in; veja o que sabemos

Foto: Jeep/Divulgação

A Jeep deve equipar o Grand Cherokee com controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência de faixa, câmera de 360 graus, ar-condicionado de duas zonas, acabamento em couro Nappa com madeira, entre outros.

Jeep Grand Cherokee será vendido no Brasil em versão híbrida plug-in; veja o que sabemos

Foto: Jeep/Divulgação

O “coração” do Jeep Grand Cherokee 4xe deve ser um motor 2,0 litros e outro elétrico, que juntos rendem 380 cv com torque de 64,9 kgfm. O crossover pode ter baterias de 17 kWh, o que permite rodar até 40 km no modo elétrico e o consumo médio esperado é de 23,8 km/l.

Share This
Mega roleta Mapa do site