Jungle King

Honda HR-V começará a ser vendido no Brasil em março, já com fabricação local

AHonda apresentou com pompa seu SUV compacto. Ao contrário do que se imaginava, o nome para o Brasil será HR-V e não Vezel, como adotado nos mercados de China e Japão. “Ele inaugura um segmento novo. Terá capacidade para cinco passageiros, com o conceito de máximo para o homem, mínimo para a máquina”, afirma Issao Mizoguchi, presidente da Honda na América do Sul.

O HR-V , na verdade, não será o pioneiro nessa categoria de SUVs mais compactos, com um certo ar de crossover e linhas mais arrojadas. O Peugeot também ataca com o 2008 e ambos brigarão com modelos como Ford EcoSport e Jeep Renegade, por exemplo.

Honda HR-V contará com motor 1.8 16V flex

O HR-V usa motor 1.8. “O console central é elevado, mais amigável e acessível”, diz Roberto Akyama, vice-presidente comercial da Honda Automóveis. O HR-V será feito na fábrica de Sumaré (SP) e lançado em março, com produção de 50.000 unidades ao longo de 2015.

A Honda também apresentou a nova geração do CR-V, que passou por mudanças no design da dianteira e da traseira, deixando-o mais robusto. O interior foi igualmente renovado e recebeu mais itens de tecnologia. Com versões 4×2 com tração dianteira e 4×4, usará motor 2.0 i-VTEC.

Honda CR-V

A Honda celebrou um retorno a um passado de glórias. Em sua apresentação no Salão do Automóvel, a marca reservou um espaço para um bólido da McLaren da Fórmula 1. A marca será fornecedora de motores para a equipe inglesa e tentará reviver os bons tempos vividos com Ayrton Senna. Além disso, a Honda relançará o superesportivo NSX 2015, em configuração híbrida. O conceito já está em fase final de desenvolvimento.

A marca japonesa mostrou ainda o FCEV, um estudo de célula de combustível, e o Civic Si cupé. Os japonesas querem ir longe. “Em agosto, tivemos o nosso market-share mais alto no Brasil, com 4,4%”, revela Akyama. Eles querem mais e o HR-V e o novo CR-V podem alavancar ainda mais as vendas.

Subaru Viziv2 Concept

De uma marca japonesa para outra, a Subaru anuncia uma nova fase no mercado brasileiro. A fabricante planeja vender 1.100 carros em 2014. “De janeiro a maio, comercializamos, em média, 69 carros-mês no Brasil. De junho a setembro, foram 96”, afirma o diretor de vendas e marketing da América Latina, Norio Fukue. Ele declarou que o conceito híbrido Viziv2, exposto no estande da marca, dá pistas de como deverão ser os crossovers da marca no futuro. Ele terá três motores elétricos e um 1.6.

Subaru Viziv2 Concept

CARRO ONLINE já havia antecipado duas novidades da Subaru no Salão: o modelo WRX e sua versão ainda mais esportiva STI, que chegarão ao mercado brasileiro em 2015. Nascido para as corridas de rali, o WRX ganhou uma carroceria mais leve e um espaço interno mais amplo. Tem motor boxer 2.8 de 268 cv de potência. Já o STI desenvolve 305 cv e acelera de 0 a 100 km em 5s2.

Subaru WRX STI

Da parte central do estande da Ford destaca-se o Mustang, o superesportivo com motor V8 5.0, que gera 435 cv de potência e que, embora ainda não anunciado oficialmente, será vendido no Brasil. A fabricante também destacou o complemento da família do novo Ka, com as presenças do Ka+ 1.0 e do Ka 1.5.

Ford Mustang 2015

O vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços, Natan Vieira, ressaltou o sucesso do novo Ka. “Em dois meses de venda, o compacto foi muito bem aceito pelo público. Brevemente, completaremos 1 milhão de Ka vendidos desde o seu lançamento”, diz.

O espaço teve lugar ainda para os concepts. A Ford exibe o Edge Concept – que antecipa as linhas do SUV Global – e o EcoSport Storm, uma leitura mais agressiva do campeão de vendas entre os utilitários esportivos compactos.

Ford Edge Concept

Share This
Jungle King Mapa do site