War Of Dragons

ZF-Superbanner-01.08 a 02.11.23

Fiat Pulse

SUV compacto, SUV de 7 lugares, hatch e até picape… confira os lançamentos aguardados no mercado brasileiro até o final deste ano

 

Dos20 carros que listamos no início deste ano e que estavam entre os lançamentos previstos para o Brasil em 2021, nove seguem aguardando sua chance de brilhar. Entre as novidades por vir, temos novos SUVs da Jeep e da Fiat, além de hatches como o VW Polo Track e a nova geração do Citroën C3. Há novidades, inclusive, que já tiveram seu registro feito no Brasil. Confira a seguir os lançamentos aguardados para o mercado brasileiro ainda neste ano.

Jeep Commander

O novo SUV médio de 7 lugares da Jeep teve seu nome oficial confirmado há cerca de um mês: ele se chamará Commander. O lançamento também está confirmado para o segundo semestre. Este será o quarto produto a ser produzido na fábrica da Jeep em Goiana (PE), provavelmente exibindo visual exclusivo, sem herdar itens do Compass como revelam os teasers divulgados até o momento.

LEIA MAIS: Jeep Commander pode estrear motor híbrido-leve

Na mecânica, o SUV deverá adotar as mesmas motorizações do Compass 2022: 1.3 turbo flex T270 de 185 cv e 27,5 kgfm com etanol (dados oficiais) e 2.0 turbodiesel, com potência estimada na faixa dos 200 cv. Para o primeiro, o câmbio será automático de 6 marchas, enquanto o diesel será ligado à caixa ZF de 9 marchas, com tração 4×4. O novo Jeep de 7 lugares deverá competir com Volkswagen Tiguan Allspace, Caoa Chery Tiggo 8 e Peugeot 5008, chegando com preço inicial na faixa dos R$ 200 mil.

 

Novo Citroën C3

Com o desenho revelado por imagens de uma miniatura do veículo, a terceira geração do Citroën C3 chegará às ruas brasileiras no segundo semestre. Ele continuará sendo feito no Brasil, em Porto Real (RJ), com a mesma plataforma do novo Peugeot 208, batizada de CMP. Ele adotará um estilo mais “SUV”, além da dianteira com o arranjo já conhecido do atual C3 europeu e do C4 Cactus, com faróis divididos em andares.

É esperado que o modelo seja lançado com a mesma mecânica do 208, formada pelo motor EC5 1.6 16V flex de 118 cv e opções de câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis. Para 2023, a expectativa é que os compactos das marcas da antiga PSA passem vir com o novo motor 1.0 GSE turbo da Stellantis, que irá estrear com o SUV compacto da Fiat, batizado de Pulse.

 

Fiat Pulse

E como não falar dele, o Fiat Pulse. Com o nome escolhido em uma campanha de marketing, o novo SUV compacto da marca terá visual diferente do Argo, com dianteira exclusiva, novos para-choque, capô, faróis e grade. A traseira também terá lanternas exclusivas, em LED, que se estendem à porta traseira. Ele é mais dos lançamentos que chegará às lojas por aqui no segundo semestre.

LEIA MAIS: Stellantis começa a produzir motores 1.0 e 1.3 GSE Turbo

Ele fará a estreia do 1.0 GSE turbo flex, com potência estimada na casa de 130 cv, além de também utilizar o 1.3 Firefly de 109 cv. Já o câmbio deverá ser um novo automático do tipo CVT para ambos os motores, com opção de caixa manual para o modelo de entrada. O modelo será construído na nova plataforma modular MLA, uma evolução da base MP1 utilizada pelo Argo. De acordo com a empresa, a plataforma MLA foi desenvolvida na América do Sul e será utilizada nos próximos lançamentos produzidos em Betim (MG), incluindo comerciais leves. Outra novidade será a central multimídia com conexão 4G nativa e sistema de frenagem autônoma de emergência, itens presentes na Fiat Toro 2022.

 

Novo Hyundai Creta

A segunda geração do Hyundai Creta, já à venda na Ásia e no México, roda em testes finais por aqui, conforme flagras publicados pela War Of Dragons do protótipo camuflado. O Creta 2022 também está na lista dos lançamentos para o segundo semestre, adotando com um visual mais ousado e seguindo as modificações do SUV indiano.

Na dianteira, faróis principais, de neblina e luzes de rodagem diurna são seccionados em até 4 peças diferentes. Na traseira, o mesmo tema se repete com as lanternas, que têm a peça superior interligada por uma barra onde fica alojada a terceira luz de freio.

A principal novidade mecânica deverá ser a adoção do motor 1.0 TGDI flex utilizado no HB20 desde 2019, com 120 cv. Os atuais motores 1.6 flex (130 cv) e 2.0 flex (166 cv) serão mantidos e possivelmente receberão nova calibração a fim de atender aos limites de emissões do Proconve L7, previsto para vigorar em janeiro de 2022.

Novo Honda City

A quinta geração do Honda City, que estreou na Tailândia no fim de 2019, finalmente deverá estrear no Brasil até o fim de 2021. O sedã recebeu visual mais próximo do atual Civic, com grade maior e que se integra aos faróis, além de novos vincos laterais e lanternas afiladas. Sob o capô, o modelo tailandês traz inédito motor 1.0 turbo de 3-cilindros e 12V, com 122 cv de potência a 5.500 rpm e 17,6 kgfm de torque entre 2.000 e 4.500 rpm. O câmbio é sempre automático do tipo CVT, com simulação de 7 marchas. Além do sedã, a linha City terá um inédito integrante no Brasil, com a chegada do City Hatch – este, entretanto, deverá ser lançado por aqui somente em 2022.

Renault Captur 2022

Já em produção no Brasil, o Renault Captur 2022 seguirá a reestilização do modelo russo (conhecido como Kaptur por lá). Feito na plataforma B0 (a mesma do antigo Duster), o Captur 2022 terá as novidades do novo Duster, que inclui direção assistida eletricamente, nova arquitetura eletrônica e volante ajustável também em distância. As mudanças visuais deverão ser restritas à grade com detalhes cromados, faróis full LED com novo arranjo interno e rodas redesenhadas. Principal novidade estará sob o capô: motor 1.3 turbo e câmbio automático do tipo CVT. No modelo russo, este motor produz 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, valores que poderão crescer com a injeção flex do Renault nacional. Lançamento ocorrerá em julho.

 

Nissan Frontier 2022

Com investimento confirmado para a modernização da fábrica da Renault-Nissan em Santa Isabel, na Argentina, a chegada da Frontier reestilizada ao Brasil é aguardada para o segundo semestre deste ano. A Nissan, inclusive, já registrou no Brasil os primeiros componentes da Frontier 2022, que terá as mesmas mudanças no visual adotadas pelo modelo tailandês, conhecido como Navara.

A linha 2022 da picape média terá novo visual externo, com inspiração na irmã maior Titan, vendida nos Estados Unidos. A grade foi ampliada e os faróis têm novo arranjo interno full LED, enquanto o capô e o para-choque têm linhas mais retilíneas. Na traseira, a tampa da caçamba tem nova estamparia com o nome do carro e lanternas em LED.

LEIA MAIS: Nova Nissan Frontier terá versão preparada para off-road

Na mecânica, deverão ser mantidas as duas versões do motor 2.3 diesel, com um único turbo (160 cv) ou biturbo (190 cv). As opções de câmbio também não serão alteradas, com o manual de 6 marchas (na versão básica) e automático de 7 marchas.

 

Fiat 500 elétrico

A segunda geração do Fiat 500 elétrico finalmente chegará oficialmente ao Brasil, o que é esperado ainda em 2021 conforme antecipado pela marca no ano passado. Ao contrário do primeiro modelo (trazido ao Brasil em 2014 somente para experimentação), o novo 500e supera os 300 km de autonomia com uma única carga. Mérito das novas baterias de íons de lítio de 42 kWh, que podem ter 80% da capacidade recarregados em 35 minutos em estações de carga rápida.

O motor elétrico do novo 500e produz 118 cv de potência, o que faz o compacto alcançar os 100 km/h em 9 segundos, segundo dados de fábrica. Para preservar o alcance, a velocidade máxima é limitada a 150 km/h. O compacto é vendido em três carrocerias distintas na Europa: duas portas, conversível e a inédita três portas. A FCA deverá optar pela primeira opção para vendas no Brasil.

 

Volkswagen Polo Track

A lista dos lançamentos esperados para o Brasil em 2021 tem mais um hatch. Com um toque de apelo aventureiro, o VW Polo Track será feito na fábrica de Taubaté (SP), enquanto as versões “normais” do hatch reestilizado serão produzidas em São Bernardo do Campo (SP). A expectativa é que tenhamos o Polo reestilizando convivendo no mercado com o modelo atual na versão Track, como uma opção de entrada, mais ou menos como a Chevrolet adota na estratégia entre Onix e Onix Joy. A novidade era esperada para meados deste ano, junto com a reestilização, mas pode ficar agora só para 2022 depois de muitos planos – e investimentos – terem sido adiados pela empresa em função da pandemia de Covid-19.

 

Volkswagen Tarok

A futura rival da Fiat Toro, apresentada pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, era aguardada para 2021, pelo menos a apresentação de sua versão final de produção. Em dezembro do ano passado, a marca preparava um grande anúncio de investimentos, o que incluiria a picape, mas como citado acima, muitos planos acabaram adiados em função da pandemia de Covid-19. Até o momento, foi divulgado que a VW retomará os investimentos na fábrica de Taubaté (SP), destinados ao Proyecto A00, que dará origem aos substitutos de Gol, Voyage e Saveiro. Nesse cenário, a chegada da Tarok ainda é incerta, mas não foi descartada. Ela compartilharia muito com o Taos, inclusive plataforma e motor – o SUV é feito na Argentina e acaba de chegar ao nosso mercado.

 

Chevrolet Equinox 2022

Revelada mundialmente no início de 2020, a reestilização do Chevrolet Equinox era aguardada ainda para o primeiro semestre de 2021, mas agora pode ficar para o próximo ano. Isso porque sua produção no México começará agora em junho, abastecendo primeiro os Estados Unidos.

O SUV traz mudanças leves no visual incluindo grade, para-choques e faróis redesenhados. Estes são seccionados por um friso cromado, que divide o conjunto principal (abaixo) das luzes de rodagem diurna em LED (acima). Os faróis de neblina também ganharam novo arranjo, na vertical. Na traseira, mudam apenas o layout interno das lanternas (em LED) e a posição do friso cromado.

A marca atualizou ainda o conteúdo de série, com adição de assistente de manutenção em faixa, câmera de ré e alerta de colisão frontal com frenagem automática de emergência também para pedestre em todas as versões. Na mecânica, são grandes as chances de a General Motors trazer apenas acabamentos com o motor 1.5 turbo de 172 cv, uma vez que o 2.0 de 262 cv deverá ser descontinuado nos Estados Unidos.

 

Fotos: Divulgação

Share This
War Of Dragons Mapa do site