Fortune Rabbit

A Chevrolet divulgou nesta semana a linha 2017 da Montana, picape pequena da marca, que já estava quase esquecida no mercado, vide o número de emplacamentos mensais (são somente 6.093 unidades emplacadas até agora no ano). Porém a montadora aposta nas novidades da linha 2017 para voltar a ter um volume de vendas interessante, mesmo com o visual sendo igual.

O visual é o mesmo da linha 2016

As principais mudanças são no motor, que assim como o do Onix e do Prisma, passou por alterações que visam melhorar o consumo, mas nem todas as tecnologias dos outros lançamentos foram empregadas na Montana. As mudanças mais significativas no motor 1.4 dela são: novos pistões e bielas, alternador de alto rendimento, sistema de arrefecimento com ventilador de menor atrito e uso de óleo de baixa viscosidade.

Como as mudanças são voltadas para o consumo, o motor da Montana segue entregando 99 cv e o câmbio ainda é manual de cinco marchas, excluindo a novidade do câmbio de seis marchas na linha 2017 da picape. Outras novidades como MyLink2, OnStar e assistência elétrica da direção também ficaram de fora das novidades que equipam a Montana, mas estão em outros carros da marca.

A capota marítima é item de série da linha 2017

Segundo a GM, o consumo da montana é de 11,7 km/l na cidade e 13,4 km/l na estrada com gasolina, sendo que a aceleração de a 0 a 100 ocorre em 10s4, sendo quase um segundo mais rápido que a linha 2016. Outras mudanças que ajudaram a melhorar o consumo são: freios de baixo arrasto, novos rolamentos e pneus verdes, melhorando a eficiência energética em até 13,2%, dependendo da versão.

No quesito itens de série, a linha 2017 traz: direção hidráulica, banco do motorista com regulagem de altura, para-choques na cor da carroceria, lanternas escurecidas e capota marítima da caçamba, que tem capacidade de carga de 756 kg, entre outros.

A linha 2017 da Montana tem preço inicial de R$ 45.750.

Share This
Fortune Rabbit Mapa do site